Porta aberta na Restauração

Estamos na fase seguinte, sem perder o compromisso, sem esquecer a responsabilidade para com a nossa saúde e a dos outros. Na próxima segunda-feira, os restaurantes abrem os seus espaços ao cliente e as regras são rígidas.

As diretivas gerais

São várias as orientações que a DGS estabelece para os estabelecimentos de restauração e bebidas adotarem quando reabrirem no dia 18 de maio. Entre estas, destacamos:

– Redução da capacidade máxima do estabelecimento, para conseguir assegurar o distanciamento físico recomendado de dois metros entre as pessoas, privilegiando a utilização de áreas exteriores, como as esplanadas (sempre que aplicável) e o serviço take-away;

– Higienização das mãos por parte dos clientes, com solução à base de álcool ou com água e sabão à entrada e à saída do estabelecimento;

– Se, por um lado, se promove o agendamento da refeição, por outro, os lugares de pé e o estilo de refeição tipo “buffet” são desaconselhados;

– Para além dos funcionários, também os clientes devem considerar a utilização de máscara (exceto durante o período de refeição). Evitar tocar em superfícies e objetos desnecessários e dar preferência ao pagamento eletrónico são também ações promovidas.

A máxima mantém-se: foco na higiene a 100%!

A limpeza e desinfeção dos espaços já era uma rotina, agora, assume um grau de exigência total.

Os proprietários/colaboradores dos restaurantes e cafés devem desinfetar, pelo menos seis vezes por dia, todas as zonas de contacto frequente (maçanetas de portas, torneiras de lavatórios, mesas, bancadas, cadeiras, corrimãos) e, após cada utilização, os equipamentos tais como terminais de pagamento automático e ementas.

A Comeca dispõe de um detergente higienizante eficaz contra vírus, bactérias e fungos, indicado para bancadas de trabalho, pavimentos, puxadores, caixotes de lixo, equipamentos, entre outros. Saiba tudo aqui.

Faça a sua parte e aumente a segurança contra o contágio!

– Nas mesas do seu restaurante ou café, disponha o menor número possível de objetos;

– Enrole os talheres no guardanapo;

– Entradas na mesa, só mediante o pedido do cliente;

– Prefira os pacotes individuais de sal e pimenta, azeite e vinagre, em substituição dos tradicionais saleiro/pimenteiro e galheteiro;

São apenas algumas ideias mas que podem ajudar a travar a contaminação, à medida que a economia tenta recuperar fôlego.

A lavagem de louça com o melhor equipamento

Até chegar ao cliente, os equipamentos de lavagem e desinfeção de louça e talheres fazem toda a diferença!

Eficiência, segurança e desempenho são as máximas de equipamentos de topo. De acordo com o que pretende de uma máquina, a Electrolux Professional está apta a oferecê-lo. Sempre com algo extra: eficiência com máxima segurança; fácil utilização juntamente com a tecnologia inovadora; desempenho superior combinado com poupanças na água, energia e detergente. Com sistemas de filtragem únicos, ciclos de lavagem potentes e tecnologias de enxaguamento de vanguarda, existe uma Máquina de Lavar Louça Electrolux Professional à medida do seu negócio!

Todas as máquinas de lavar louça Electrolux Professional são certificadas pela ETL Sanitização e pela norma DIN10512.

Quer conhecer as linhas de Máquinas de Lavar Louça Profissionais da Electrolux Professional? Conheça o catálogo online! Para mais informações, basta contactar qualquer um dos nossos parceiros ou ligar-nos para o número 219 155 600. Se preferir, envie-nos um email para horeca@comeca.pt ou faça um pedido de informação no nosso site.